Receitas

Aprenda a escolher o melhor peixe para sua receita

peixe para receita

O período de Quaresma e Semana Santa (tradições religiosas cristãs) correspondem ao maior consumo de peixe no Brasil, onde católicos fazem jejum trocando a carne vermelha por peixe.

O bacalhau é um dos peixes mais procurados nesta época, fazendo parte do almoço de Páscoa de muitas famílias. É neste período que a oferta do peixe também é maior, encontrado em diversos tipos e cortes, como posta e lombo.

Mas, além dele, peixes como tilápia, pescada, corvina e sardinha também são ótimas opções principalmente se você busca por uma opção de carne saudável e com preços mais acessíveis comparado ao peixe tradicional da culinária portuguesa.

Qual peixe escolher?

Escolher um bom peixe e saber o preparo ideal não é tarefa fácil, principalmente com a diversidade de espécies, com diferentes texturas e tipos de carne.

Segundo a estudante de gastronomia e parceira do time Veran, Maria Alves, saber algumas regrinhas na hora de preparar o peixe ajuda na cozinha, mas a decisão final entre, assar, fritar, cozinhar e até preparar cru vai depender da sua criatividade.

Mas, fique calmo, para te ajudar nesta escolha de tipo de peixe e preparo, Maria dá dicas preciosas:

Fritar

–  Dê preferência para peixes com carne mais firme, com menos espinhas e menos gordurosos, como os filés de tilápia, merluza, polaca, entre muitos outros.

*Dica: o brasileiro tem paixão por sardinha frita, mas devemos evitar este tipo de preparo, pois quando frita, parte considerável do ômega 3 é perdido no preparo.

Moqueca ou Ao molho

– Escolha peixes de tamanho médio e peça para cortá-lo em postas, como o cação, abadejo e namorado.

*Dica: para preparar uma deliciosa moqueca gastando pouco escolha postas de tilápia. Só tome cuidado com as espinhas!

Assar

– Apesar do queridinho da época ser o bacalhau, existem outros tipos de peixe que também vão super bem ao forno, como, tainha, pacu, corvina e a tilápia.

*Dica: a tilápia é um dos peixes mais versáteis, ela pode ser preparada de diversas formas, frita, cozinha, assada e até crua como sashimi ou ceviche.

Bacalhau

Você sabia que não existe uma espécie específica de peixe chamada bacalhau?

“Para quem não abre mão do bacalhau na hora do preparo de uma receita especial, é importante se atentar a alguns detalhes. Primeiro que apenas as espécies Gadus morhua (Bacalhau do Porto), Gadus macrocephalus (Bacalhau do Pacífico) e Gadus ogac (Bacalhau da Groelândia) podem ser chamadas de bacalhau. Os demais peixes são os que conhecemos como tipo bacalhau, definido assim, pelo processo de secagem e salga do peixe. Entre os mais comuns estão: Saithe, Ling e Zarbo”, explica a futura chef.

Na hora da compra, é importante comprar em um local de confiança e estar atento ao preço e desconfiar de super ofertas, já que o bacalhau legítimo é cotado no dólar e exige um desembolso maior.

Dicas para dessalgar

O processo de dessalga dos peixes salgados é simples, apenas requer um pouco de paciência, conforme ensina a chef Maria.

  • Primeiro lave o peixe em água corrente para tirar o excesso de sal;
  • Coloque em um recipiente onde comporte todo o seu peixe e cubra com bastante água;
  • Troque a água a cada 12h, por um período de 36 horas e mantenha em refrigeração.
  • Pronto! Agora é só arrasar na receita.

Peixes Frescos

Se a sua receita vai ter peixe fresco como protagonista, a hora da compra é muito importante para garantir a qualidade do produto.

“Algumas características indicam que o peixe está fresco, como: firmeza da carne (aperte a barriga do peixe e verifique se a musculatura está firme), olhos vibrantes e cores vivas, guelras bem vermelhas, odor semelhante a maresia e escamas presas ao corpo, brilhantes e firmes”, orienta Maria.

Observe também o local que você está comprando o pescado, dê preferência para locais de confiança, que estão sempre limpos, com os peixes em refrigeração adequada e prezam pela manipulação do produto.

Receita da Chef

Quer fazer bonito nesta Páscoa e deixar sua família impressionada? É só seguir a receita especial da Maria. A sugestão é com tilápia, um peixe saboroso e super acessível!

Tilápia ao forno com batatas

Ingredientes

  • Tilápia (aproximadamente 1 quilo e meio)
  • Sal
  • pimenta
  • limão
  • 1 quilo de batatas
  • Azeite

Dica da chef: peixe não precisa de nenhum tempero além desses mencionados

  Modo de Preparo

  • Comece temperando a tilápia com sal, pimenta e limão (tempere por dentro também) e deixe marinando em geladeira por 30 minutos;
  • Enquanto isso descasque as batatas, corte em rodelas médias;
  • Unte uma assadeira com azeite, forre com as rodelas de batatas, acomode o peixe, cubra com papel alumínio e leve ao forno pré-aquecido por 40 minutos;
  • Retire o papel, jogue um fio de azeite sobre o peixe e deixe finalizar o cozimento por mais 10 minutos;
  • Sirva com arroz branco, uma salada verde e bom apetite!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *