Qualidade de vida

Diabetes e a alimentação – um cuidado constante

Segundo definição do Ministério da Saúde, diabetes é uma doença causada pela produção insuficiente ou má absorção da insulina, um hormônio que tem como função quebrar as moléculas de glicose (açúcar) no sangue e garantir energia para o organismo.

Dados da Sociedade Brasileira de Diabetes indicam que atualmente, no Brasil, mais de 13 milhões de pessoas convivam com a doença. O não cuidado com a saúde pode causar sérios riscos, como: elevar complicações no coração, artérias, olhos, rins e nervos.

Existem dois tipos de diabetes, a tipo 1 e a tipo 2. A tipo 1 é uma doença crônica não transmissível, que costuma aparecer na infância ou adolescência. Já a tipo 2 é ocasionada quando o corpo não consegue aproveitar a insulina produzida por ele mesmo e está diretamente relacionada com sobrepeso, sedentarismo, triglicerídeos elevados, hipertensão e hábitos alimentares inadequados.

Sabendo a importância do cuidado com a alimentação, a nutricionista do Veran, Maila Tortelli, trouxe dicas importantes para você, diabético, conviver bem com a doença.

“Manter uma alimentação equilibrada e com bons hábitos é fundamental para que os níveis de insulina não oscilem, garantindo, assim, uma vida normal ao paciente e a diminuição de chances do desenvolvimento de outras patologias associadas à doença”, orienta Maila.

No geral, o diabético pode manter uma alimentação normal, apenas tomando cuidado na ingestão de açúcares e carboidratos, pois o excesso no consumo desses grupos pode causar algum problema: “Na hora da alimentação, com exceção das verduras, que podem ser consumidas sem controle de porção, todos os demais alimentos devem ser consumidos moderadamente, principalmente açúcares e carboidratos refinados, que influenciam no aparecimento ou acentuação da diabetes”, explica Maila.

Na hora da compra, opte por alimentos naturais, o conhecido lema “descasque mais e desembale menos”, pratique atividades físicas e beba muita água. Mesmo com bons hábitos, o tratamento e acompanhamento médico são indispensáveis. Conviver com a diabetes pode ser muito mais fácil do que você imagina!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *