Qualidade de vida

Aprenda a congelar os alimentos corretamente

bv_alimentos-congelados

O ritmo de vida atual é mais intenso do que há 10, 15 anos e essa correria mudou alguns hábitos em nosso dia a dia, principalmente os alimentares. A diversidade de opções de comidas prontas e congeladas é imensa, facilitando na hora de fazer aquela refeição em poucos minutos. Mas, apesar da praticidade, alimentos congelados possuem altas concentrações de sódio, gorduras e colesterol, vilões dos que buscam uma alimentação saudável.

Se a sua ideia é ganhar tempo na cozinha e não perder os benefícios dos alimentos naturais uma ótima opção é congelar a sua própria comida. Assim você pode organizar sua ida ao supermercado, preparar diferentes pratos e ir descongelando durante a semana.

A nutricionista do Veran Maila Tortelli Corsini nos deu dicas preciosas de como congelar corretamente frutas, legumes, temperos e carnes. “Praticamente todos os alimentos podem ser congelados, o único diferencial é que após o descongelamento alguns perdem suas características originais”, explica.

As frutas, por exemplo, se você optar por prepará-las em sucos ou vitaminas, elas não perdem sabor nem propriedades, apenas no consumo “in natura” você poderá sentir algumas diferenças.  Como o morango, que após descongelado perde água, alterando sua aparência.

“Para os legumes, o ideal é cortá-los da maneira que pretende preparar e separá-los por porções. Assim você só descongela a quantidade exata que irá precisar”, orienta Maila. Se a receita já está pronta e você quiser congelar, o processo é o mesmo, separe em poucas quantidades e descongele conforme for consumir, apenas lembre-se que para congelá-los, o processo não deve demorar mais de três dias, pois é o prazo de validade de receitas prontas.

Outra dica importante da nutricionista é referente ao recongelamento. “Um alimento só pode ser congelado novamente se ele sofrer uma alteração, se foi incluído em uma preparação, cozido ou virou uma geleia. As carnes por exemplo, se estão congeladas cruas e após o preparo de um prato sobrou uma porção podem ser congeladas novamente, porém deve-se ficar atento ao prazo de consumo que não deve ultrapassar 30 dias”, conta Maila.

Em relação aos temperos como a salsinha, coentro e cheiro verde, o ideal é lavá-los, cortá-los e separá-los em pequenas quantidades em potes, saquinhos ou forminhas de gelo, que são próprias para o congelamento e cabem uma quantidade ideal para o preparo.

 

Como utilizar guardar os alimentos congelados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *