Qualidade de vida

Abraço ativa hormônio da felicidade

abraço

Dia do abraço é comemorado ao redor do mundo em 22/05 

O ser humano é um ser social, que precisa do contato físico com outras pessoas para se desenvolver e melhorar suas relações pessoais. Nós, brasileiros, gostamos do tato, do contato físico, do sorriso e do abraço. Mas, com o distanciamento social, os abraços ficaram cada vez mais distantes e a sensação de “queria tanto dar um abraço” muito mais real. 

O abraço, além de ser carinhoso, é um poderoso instrumento de conforto. Mas, você sabe porque sentimos tudo isso dentro de um abraço?  

Segundo a pesquisadora Loreta Breuning, autora do livro “Hábitos de um cérebro feliz”, durante um abraço aumentamos a produção da ocitocina, o hormônio responsável pelos nossos vínculos e relacionamentos sociais, por isso a sensação quase que imediata de bem-estar. 

Ao darmos ou receber um abraço de uma pessoa especial, o cérebro ativa áreas específicas, influenciando pensamentos, reações e respostas fisiológicas. A Universidade de Miami nos EUA, realizou um estudo que mostra que o toque do abraço ativa o córtex orbitofrontal, a região associada ao aprendizado e aos comportamentos emocionais, sendo capaz de melhorar nosso humor e nos deixar feliz.

Medicinal  

Você já ouviu falar que o amor cura? 

É isso mesmo, um estudo publicado na revista Psychological Science, mostrou que a comunicação não-verbal, como o abraço, ajuda a diminuir o estresse do dia a dia, é um ótimo aliado contra a ansiedade e depressão, influenciando, inclusive, na melhora do físico, como a diminuição de dores. O efeito estaria associado ao bloqueio causado pelo hormônio do bem-estar, como um protetor do sistema imunológico.  

Abraçar só causa o bem, mas neste momento em que vivemos é importante lembrar que o distanciamento social é um dos métodos mais eficazes para evitar a disseminação do vírus que causa a Covid-19, protegendo a nós e as pessoas que amamos. Então, mesmo que você esteja morrendo de saudades de abraçar as pessoas, mantenha o cuidado e proteja-se, que logo poderemos abraçar quem amamos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *