Prateleira

Ração seca X ração úmida: Qual a diferença?

racao-seca-x-umida

Os pets invadiram nossas casas e ganharam nossos corações. De acordo com o Instituto Pet Brasil (IPB), em 2020, só no Brasil já são mais de 132 milhões de pets.

A cada ano novos produtos surgem, oferecendo aos pets uma melhor qualidade de vida. Se há poucos anos, a alimentação de cães e gatos era restrita a ração seca, hoje as prateleiras estão recheadas de sachês, patês, molhos e até opções veganas e naturais.

A infinidade é tanta, que pode causar dúvida aos tutores de qual é a melhor opção para o seu bichinho. Para ajudar você a entender a diferença entre ração seca e úmida, conversamos com o veterinário mogiano Edmon Zogbi.

“A principal diferença entre um alimento seco e úmido é seu teor de água. Alimentos secos podem conter até 12% de umidade enquanto alimentos úmidos tem cerca de 75%. É importante verificar a composição que as marcas trabalham, pois algumas oferecem alimentos úmidos completos e balanceados, enquanto outras utilizam esse tipo de alimento apenas como petisco”, indica Edmon.

A indicação da composição está disponível nas embalagens. Caso seja um alimento completo e balanceado, a ração úmida pode substituir 100% a ração seca, mas se for um petisco, você pode utilizar até 10% deste tipo de alimento, mantendo os outros 90% com a alimentação que seu pet já está acostumado.

Segundo Edmon, é importante oferecer os dois tipos de ração aos animais pelo teor de água encontrado nas rações úmidas, principalmente para gatos, por conta da ingestão hídrica, já que os felinos costumam consumir menos água do que os cães.

Na hora de inserir ou substituir a ração do seu animalzinho, procure a orientação de um médico veterinário. Ele irá indicar qual é o melhor alimento e como deve ser feito esse processo de adaptação, sempre prezando pela saúde e qualidade de vida do seu amigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *