Prateleira

Brasil abraça cultura italiana

cultura-italiana-macarrão

Espaguete, pizza, sorvete, vinho e até o panetone são comidas tipicamente italianas, mas que estão tão presentes na nossa cultura, que podem até ser consideradas um pouquinho brasileiras.

A cultura e os costumes italianos fazem parte da história do Brasil desde a década de 1870, com a chegada dos primeiros imigrantes italianos no país. Apesar do Brasil ter recebido imigrantes de diversas nacionalidades, os italianos foram os que mais se destacaram, criando raízes e formando famílias em solo brasileiro.

Para homenagear o maior movimento migratório internacional no país, o Brasil celebra no dia 21 de fevereiro, o Dia do Imigrante Italiano.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores e da Cooperação Internacional da Itália (MAE), a cozinha italiana é uma das que mais influenciam a gastronomia mundial, não só pelo uso de ingredientes frescos e de fácil acesso, como cereais, pães, vinho, azeitona, legumes e frutas secas e frescas, mas por dispensarem os preparos sofisticados e valorizarem os ingredientes, trazendo sabor e perfume à mesa.

Além do respeito e carinho aos ingredientes, os italianos têm prazer no sentar-se à mesa, reunir a família e os amigos e partilhar os alimentos. Os típicos almoços de domingo, que foram incorporados a nossa cultura, também vêm originários do país europeu.

Conheça alguns costumes típicos italianos que foram incorporados pelos brasileiros:

Beringela: No Brasil não era costume consumir grande variedade de frutas e verduras. Foi com os italianos, que cultivavam legumes e hortaliças em hortas em casa, que implementaram o consumo da beringela no país.

Polenta e broa: O fubá era um ingrediente facilmente encontrado no Brasil, muito utilizado para fazer angu. Os italianos passaram a utilizar o derivado do milho na fabricação de polenta e broas.

Vinho: O vinho, outro ícone do costume alimentar italiano, já era conhecido no Brasil, porém a tradição de consumi-lo nas refeições foi fortalecida pelos imigrantes.

Pão: O pão não era muito consumido no Brasil, apenas após a vinda dos italianos para o meio urbano que surgiram as primeiras padarias.

Molho de tomate: Até a chegada dos italianos, a massa no Brasil era consumida seca e com os dedos, sem nenhum tipo de molho.

Embutidos: Entre os alimentos que migraram para o Brasil com os italianos estão os embutidos, como a mortadela e o salame.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *